Vacinação

Vacinar seu filho é um dos métodos mais valiosos para a prevenção de doenças infecciosas. As vacinas atuam estimulando o sistema imunológico a produzir anticorpos contra vírus ou bactérias, protegendo o organismo de determinadas doenças. Quando esses microrganismos, normalmente presentes no meio ambiente, entram em contato com o organismo de uma pessoa vacinada, encontram o sistema de defesa pronto para combatê-los. Para que isso aconteça de forma adequada, as vacinas devem ser aplicadas em determinadas idades, de acordo com o calendário de vacinação.

Devemos estar atentos às constantes atualizações de esquemas vacinais e calendários, pois a área de imunização é dinâmica. Na dúvida, consulte o pediatra do seu filho.

Como posso fazer para aliviar os sintomas das vacinas?

– Amamentar, imediatamente após a vacinação, é um potente “analgésico” para os lactentes.

– O posicionamento da criança, para melhor relaxamento do músculo, é extremamente importante. Aplicações no músculo vasto lateral da coxa devem ser feitas com o joelho ligeiramente fletido; no deltóide, fazer flexão do cotovelo com o braço e o antebraço junto ao toráx, no glúteo, manter a rotação interna do fêmur. Bebês e crianças podem relaxar melhor quando colocados no colo da mãe. Adolescentes e adultos devem ser vacinados sentados.

Devo usar antitérmicos antes de vacinar meu filho?

A febre faz parte da resposta inflamatória habitual do organismo. A febre que ocorre após a vacinação, em geral, é autolimitada e sem consequências graves, mas pode estar associada a convulsões febris e isto é motivo de preocupação para os pais e profissionais da saúde. Deste modo, o uso profilático de fármacos antipiréticos tornou-se rotineiro em algumas localidades. Entretanto, não há evidências científicas que suportem essa prática.

Estudos mostram que apesar de diminuir as reações febris, a interferência com a formação de anticorpos é preocupante. Embora a relevância clínica desses achados imunológicos seja ainda desconhecida, a administração de fármacos antipiréticos de forma profilática por ocasião da vacinação NÃO deve ser rotineira.

A Comissão Permanente de Assessoramento em Imunizações da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, recomenda muita cautela com o uso profilático ROTINEIRO de antipiréticos e anti-inflamatórios em crianças por ocasião da vacinação. Deve-se sempre analisar o risco benefício. Somente para as crianças com história pessoal e familiar de convulsão, e naquelas que tenham apresentado febre > 39,5º. C ou choro incontrolável após dose anterior de vacina tríplice bacteriana (DTPou DTPa) recomenda-se, administração de antitérmico/analgésico no momento da vacinação.

As vacinas estão disponíveis na rede pública, bem como em clínicas de vacinação particulares. Abaixo encontraremos as vacinas fornecidas pelo ministério da saúde e as disponíveis na rede privada para comparação.

 

 

  1. Prymula, R; Siegrist, C-A; Zemlickova, M et al. Effect of prophylactic paracetamol administration at time of vaccination on febrile reactions and antibody responses in children: two open-label, randomized controlled trials. Lancet 2009; 374: 1339-50.
  2. Comissão Permanente de Assessoramento em Imunizações, Centro de Vigilância Epidemiológica,Secretaria de Estado da Saúde. Norma Técnica do Programa de Imunizações, 2008. Secretaria de Estado da Saúde, São Paulo, 2008, pág. 32.

3-guia prático de vacinas 2016/2017. www.epi.uff.br

4- www.sbim.com.br (site da sociedade brasileira de imunização)

Dra. Marcelle Machado

Dra. Marcelle Machado

Pediatra e Gastropediatra

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

200 metros

do Metrô Santana.

+ 5 opções

de estacionamento
no prédio e na região.

ENDEREÇO DO CONSULTÓRIO

Rua Ezequiel Freire, 192 – Cj 1209
Santana – São Paulo – SP
02034-000

Entre em Contato

Preencha o formulário abaixo e, assim que possível, retornaremos o seu contato.
Se preferir, entre em contato diretamente através dos telefones ou e-mail.

Dra. Marcelle Machado · CRM – 111.466
2017 – 2019 © Todos os direitos reservados